/* ----- Customização do Leia mais (Jump-break) ----- */ .jump-link a:link, .jump-link a:visited, .jump-link a:hover { background: url(https://imagizer.imageshack.us/v2/260x60q90/233/botaocontinuelendo.png) no-repeat left top; padding: 5px; }

sexta-feira, novembro 04, 2011

VICIOS

Vamos a um dos piores lados negros do DDA... os vícios...
Apesar de já sabermos de sua existência, Eu não achei em lugar algum (nem na net) a razão cientifica dos DDAs terem uma tendência tão forte ao vicio de Bebidas e outras drogas legais e ilegais... Em todo o lugar que aborda o caso afirma com total certeza da existência dessa característica nossa:
"Toda vez que sentimos prazer, buscamos espremer o lugar que o provem até a última gota."



->Vamos a minha bela experiência de um garoto de 12 a 14 anos que a mãe mandou tomar 1 colher de biotônico fontora todo dia (e no qual os mais informados devem saber que naquela época isso tinha uma pequenina quantidade de álcool na composição) e como resultado, de uma vez só eu acabei com o vidro todo...
No caso eu sou radical nesta área... nunca pretendo beber ou fumar ou coisa parecida...
"Posso nos comparar a um carro no topo de uma ladeira, basta só um empurrãozinho que desce com tudo" 
Assim eu busco evitar o 1º empurrão.
Agora, Digamos que em "certos casos" o vicio e o Hiperfoco andam lado-a-lado... (Exemplos: vícios de internet, jogos de videogame ou de azar, trabalho, etc...
ou seja, vícios que necessitam de atenção...
Assim, acabamos nos aprofundando nesse processo que provem prazer, melhorando a forma de praticá-lo e nos especializamos nele... até enjoar
Se vc utiliza isso em algo construtivo e controla pelo menos um pouco, isso pode ser considerado "dedicação" (Como quando eu comprei meu 1º saxofone e ensaiava 3 horas todos os dias da semana, e todo o dia de sábado, e as vezes até no meio da noite, chegando a aprender a tocar sax com notas naturais em menos de 1 mês)
Mas as vezes os vícios podem ser bem bizarros, como o meu que foi de moderar comunidades do Orkut... (minhas 2 maiores tem mais de 40.000 membros)
e posso dizer que deu um trabalhão, mas o que me atraiu não foi moderá-las, e sim o fato do comercio de comunidades que existia
(Antigamente havia comunidades escondidas no Orkut, em que vários membros se reuniam para trocar comunidades por fakes e fakes por comunidades... era uma negociação intensa... e muitas coisas para falar aqui...)
Mas isso causou muita perturbação na minha vida, varias vezes chegava em casa e queria dormir, mas outra parte de mim queria ir para o Orkut...
Bom... a dica que deixo é... faça uma balança de pros e contras para ver se deve continuar no que esta fazendo... e principalmente, "evitar a primeira gota"

2 comentários:

  1. Man, não vou culpar o TDAH, mas sou fumante, tenho 23 anos apenas, bebia muito, e cheirei cocaína por um bom tempo, parei um pouco depois da ritalina que é bem parecido.
    Parei de cheirar cocaína depois que ví que o que eu sentia era ilusão, o que mais me agradava era a sensação de onipotência, que desaparecia totalmente depois que os efeitos acabavam.

    Um dos problemas do TDAH é pensar muito, sentir vontade de realizar grandes feitos e nada fazer.
    A cocaína dá a falsa impressão de que você vai fazer tudo aquilo que se propõe, porém você não fica "doidão" o tempo todo, ou seja, ninguém vive "cheirado", impossivel a convivência.

    Já o uso do etileno é por força da nossa necessidade de socializar, conversar, difícil ver um TDAH bebendo sozinho em casa.

    Fábio.

    ResponderExcluir
  2. AMIGO FABIO:

    Bom, é nesses casos que eu agradeço a Deus por ter nascido evangélico... ai tive um bom motivo pra evitar "a primeira gota". e ja tive mutos colocando essas coisas na minha cara, mas ja estava nos meus principios evitar isso, pois ja sabia que iria viciar...

    ResponderExcluir